Skip to content

Como Adubar Plantas?

Você com certeza já ouviu falar que precisa adubar as suas plantas. Mas você sabe o que é adubo? Sabe como adubar suas plantas? Quais os tipos de adubos e qual você deve usar? Pois aqui vamos esclarecer todas as suas dúvidas!

O que é adubo?

É um fertilizante ou uma substância que se coloca na terra para fortificá-la, dando assim melhor condição para as plantas se desenvolverem.

Por que adubar?

Os animais e o homem tem necessidade de comer para sobreviverem. As plantas também! Sem alimento a planta passa fome e apresenta deficiência de nutrientes.

Entenda que colocar muito adubo na terra não quer dizer a garantia de termos uma super planta, nada disso, toda adubação deve ser balanceada, ou seja, deve ter os elementos essenciais que são os macronutrientes e os micronutrientes.

  • Os macronutrientes são: nitrogênio (N); fósforo (P); potássio (K); cálcio (Ca); magnésio (Mg); e enxofre (S);
  • Os micronutrientes são: manganês (Mn); zinco (Zn), cobre (Cu), ferro (Fe), molibdênio (Mo), boro (B); cloro (Cl).

Toda a adubação no campo deve ser acompanhada  de uma análise do solo que é feita em laboratório com amostras de terra da propriedade. Assim é possível saber a quantidade ideal de calcário e adubo a ser incorporado ao solo de acordo com a espécie de planta a ser cultivada.

Os adubos a serem colocados no solo podem ser distribuídos mais ou menos uniformemente sobre a terra ao lado das plantas, ou em volta, formando uma coroa. Também podem ser misturados à terra nos sulcos, covas e canteiros.

Caso você tenha dificuldades com adubação em sua propriedade, consulte os técnicos de sua cidade que são responsáveis em dar assistência ao agricultor.

Abaixo seguem dicas importantes sobre adubos e como adubar plantas de forma simples.

Recomendação para horta quando não há análise de solo

Utiliza-se em média de 200 g/m2 de calcário em solos considerados ácidos e não corrigidos nos últimos 4 anos. Mas é preciso ter cautela, porque o uso do calcário em solos com pH próximo de 6,5 pode torná-lo alcalino (pH acima de 7,0) que provoca grande dano ao solo e ao cultivo de hortaliças.

A adubação básica antes do plantio, em solos com fertilidade média, pode ser feita com a incorporação por metro quadrado de canteiro de 3 a 6 kg de esterco bovino curtido ou composto orgânico, juntamente com 200g do adubo mineral NPK com formulação 4-14-08, ou, termofosfato, ou farinha de ossos.

Em covas incorpora-se 2 kg de esterco bovino curtido mais 200g de termofosfato ou farinha de osso. Quando se usa esterco de aves utiliza-se 1/3 da quantidade recomendada de esterco bovino. Tanto o esterco quanto o adubo devem ser muito bem misturados com a terra antes do plantio para se evitar a queima das raízes das plantas recém germinadas ou mudas transplantadas.

Podemos optar por dois Tipos de Adubação

Minerais ou Orgânicos: Os dois são muito eficientes, mas a adubação orgânica além de ser mais barata, produz efeitos positivos para as plantas, biologia do solo e para quem consome verduras e legumes.

Os adubos podem ser misturados com a terra ou distribuídos em volta da planta. Tomamos o cuidado para não cair nas folhas, pois alguns adubos podem danificar a parte aérea.

Também existem os adubos foliares que são líquidos e próprios para aplicação nas folhas. Eles servem para corrigir deficiências. E adubos orgânicos que não possuem propriedades químicas são usados na fertirrigação, que é a adubação feita com a diluição de fertilizantes em água.

Adubar Vasos e Jardineiras

Para adubar vasos basta retirar parte da terra e fazer uma nova mistura balanceada para suprir alguma deficiência encontrada, há casos onde é necessário trocar toda a terra da planta, para isso deve retirá-la do vaso com cuidado e após feita a nova adubação basta replantá-la. Também é possível simplesmente distribuir uma pequena quantidade de adubo em volta da planta que será dissolvido com as irrigações.

O que é a adubação orgânica?

A adubação orgânica é a incorporação de matéria orgânica ao solo. A matéria orgânica é todo material que se encontra no solo, proveniente de decomposição animal ou vegetal.

São fornecedores de matéria orgânica aos solos, as raízes, as folhas, galhos, vermes e também produtos diversos de origem vegetal ou animal como estercos, tortas diversas, adubos verdes, cascas de frutas, frutas, borra de café, cascas de ovos, etc.

O que são adubos minerais?

São adubos provenientes de fontes não orgânicas, podem ser classificados como simples ou mistos. 

  • Adubos Simples – Quando só tem um composto químico ou um só nutriente.
  • Adubos Mistos – Quando são formados por dois ou mais adubos simples ou dois ou mais nutrientes.

Efeitos da Matéria Orgânica no Solo :

  • Melhora as características físicas, químicas e biológicas, de forma direta e indireta;
  • Melhora a estrutura do solo, tornando-o mais poroso;
  • Melhora a retenção de água;
  • Favorece a vida microbiana do solo;
  • Incorpora nutrientes ao solo.

Função da Adubação  Mineral N + P + K

N = nitrogênio – Estimula a brotação e formação de folhas e caules.

P = fósforo – Estimula a floração , frutificação , formação de sementes e favorece o desenvolvimento das raízes.

K = potássio – Fortalece a estrutura celular e os tecidos das plantas. Aumenta sua resistência contra a seca , pragas e doenças.

A adubação mineral funciona como uma injeção, ajuda no desenvolvimento das plantas que transformam-se em plantas vigorosas. No entanto, a adubação orgânica além de fornecer nutrientes às plantas, revigora a fertilidade e a vida do solo.

Assim como adubar plantas, outros fatores contribuem para uma planta crescer forte e sadia. Não importa se seja uma cultura anual ou perene.

Adubação para Canteiros de Hortas

Para cada metro quadrado de canteiro :

  • Adubo Orgânico – 2 kg de esterco bovino curtido
  • Húmus – 1 kg de composto vegetal ( compostagem ).
  • Fósforo – 50 g de Farinha de ossos ( mineral )
  • Nitrogênio – 50 g de Farinha de sangue (ou 20 g de Salitre do Chile),( mineral )
  • Potássio – 20 g de Sulfato de potássio ( mineral )

Sendo feito a fertilização as hortaliças e legumes a serem plantadas terão desenvolvimento vigoroso e apresentarão alta resistência ao ataque de doenças.

Adubação Orgânica para Canteiros de Hortas

Para cada metro quadrado de canteiro :

  • 2 kg de esterco bovino curtido
  • 1 kg de composto vegetal ( compostagem )
  • 500 g de húmus de minhoca ( opcional)

Misture os componentes e incorpore-os ao canteiro de maneira uniforme.

Adubação para Horta em vasos

  • 2 litros de terra
  • 1 litro de húmus de minhoca
  • 200 g de areia de construção (média)

100 gramas de bokashi  ou 50 gramas de húmus de minhoca após 40 dias ao transplante para o vaso. Misture o húmus a areia e a terra coloque no vaso e plante a muda.

Utilize vasos com profundidade mínima de 20 centímetros, coloque em seu fundo argila expandida e uma camada de areia grossa para favorecer a drenagem do excesso de água.

Após 40 dias adube com 100 g de bokashi e 50 g de húmus.

Adubação Horta em Vasos, Jardineiras e garrafas pet

  •  50 litros de terra
  • 200 gramas de calcário
  • 200 gramas de adubo (04-14-08) (opcional)
  • 34 litros de esterco bovino curtido

Todos os recipientes devem ter furos no fundo, para que haja drenagem do excesso de água.

Misture todos os componentes e faça sua horta em pequenos espaços.

Clique Aqui e Aprenda a Fazer uma Compostagem

BOKASHI

O que é o bokashi?

É um adubo natural de origem japonesa, que foi bem implantado ao solo brasileiro. O bokashi é muito utilizado em hortas, e sua constituição básica são produtos orgânicos que passam por uma fermentação em seu preparo. Serve também para ajudar o processo de compostagem, acelerando de forma significativa a produção de compostos orgânicos. O Bokashi está sendo muito utilizado por horticultores com resultados muito positivos, que principalmente tem melhorado no enriquecimento do solo, viabilizando a diminuição de adubações químicas. Segue abaixo os componentes para preparar o adubo:

COMPOSTO PARA PRODUZIR 4 MIL PÉS DE ALFACE 

  • 30 kg de farelo de trigo
  • 25 kg de torta de mamona
  • 15 litros de água sem cloro
  • 125 ml de inoculante ( acelerador de compostagem E. M. )
  • 125 ml de açúcar mascavo ou melaço de cana de açúcar

Preparo :

Em um tambor ou recipiente limpo misture a água, o inoculante e o açúcar mascavo;

Em seguida, com a ajuda de uma enxada misture todo ao farelo de trigo com os outros ingredientes, como se tivesse fazendo mistura de cimento e areia para assentar tijolos – distribua uniformemente com regador a solução líquida ao farelo. A mistura deve ser feita sobre uma lona ou um piso limpo livre de resíduos químicos.

Após a mistura coloque o material em tambores plásticos (bombonas) ou sacos plásticos com uma boa vedação – evite a entrada de ar e umidade em excesso para se obter uma boa fermentação.

A mistura deve permanecer fechada por 22 dias, quando for aberto pode aparecer indícios de mofo branco que é natural da fermentação.

Utilize o composto quando for fazer transplante de mudas de alface distribuindo uma pequena quantidade no canteiro aos pés das mudas. (200 gramas por metro quadrado de canteiro )

Caso desejar aumentar a preparação do produto, basta dobrar a quantidade dos componentes.

Agora você conseguiu entender algumas maneiras de como adubar plantas, e também como é importante a adubação para hortas em geral.

Clique Aqui e Veja Dicas de como preparar a terra para sua horta

Mas o que podemos concluir, é que sem dúvida, a adubação principalmente orgânica, enriquece o solo e favorece as plantas, o bom trato dado ao solo, é a garantia de termos uma colheita superior a esperada. Sem tal técnica, as plantas não se desenvolvem ao longo do ciclo, um dos fatores é a falta de nutrientes em quantidades balanceadas.

Clique Aqui e Veja o Calendário de Plantio de Hortaliças

Clique Aqui e Aprenda a Plantar Morangos

Clique Aqui e Veja Dicas Para Plantar Alface

Clique Aqui e Veja Dicas Sobre Irrigação